Buenos Aires – Family Tango

La Boca

Miya – It was time to turn off the Spanish and turn on the Portuguese.  We excitedly greeted Paulo’s mom, aunts, uncle, cousin, sister and nephew at our hotel in Buenos Aires to kick off a great little Brazil family reunion.  After only communicating via phone and email for months, it was wonderful to chat face to face and share our travel stories as well as reminisce about Brazil.  From the streets to the cafes to the malls, I was continuously struck by the amount of Portuguese I heard spoken there.  Waiters greeted us in Portuguese, menus were in Portuguese, even security guards would give us directions using bits of the language.  Well I guess it’s not that surprising, after all, Brazil and Argentina are neighbors.  The city itself had quite an European feel.  I had heard lots about the neighborhood of Palermo, so I had to take a look.  It’s a fun, happening area packed with cafes, artsy youth and tons of techno music tunes radiating from it’s boutiques.  One brilliant idea was the way the vendors would take over a bar and transform it into a fashionable clothing shop.  With music in the background, these shop keepers would “pimp out” each bar booth, showcasing their latest accessory line whether it be vintage shoes or a collection of colorful mod sunglasses.  Very creative! And you may be thinking, what about the food?  People rant and rave about the quality of the Argentinian cuisine but in my humble opinion, my vote still stands for Brazil.  Sorry… However I will admit that the flour they use in the empanadas and pastas dough is pretty distinct.  There is a wholesome chewiness that makes it all delicious.  In terms of sites around town, my favorite day was the excursion to the sunny neighborhood of La Boca.  Classic BA.  The beautiful bright colors of the painted buildings, the charming architecture, the historical statues and the background Tango music made for a wonderful day of photography.  Paulo did his duty in shooting some solid pics of the family.  While we may have only caught a quick glimpse of the vibrant Buenos Aires, it was nice to gather over lunch with the Brazilian family and reconnect again.  Muitos beijos a todos!

My Favorite Foods:

1 – Caprese empanada

*****

Paulo – Enquanto a Miya sempre teve vontade de conhecer Buenos Aires, eu já não podia dizer o mesmo… Não sei exatamente porque, mas só sei que essa cidade não estava na minha lista de lugares preferidos p/ visitar. O real atrativo dessa parte da viagem p/ mim, foi o fato de que minha família (ou pelo menos parte dela) iria nos encontrar lá. Eu e a Miya chegamos um dia antes de todos e nos instalamos em um hotel no centro de BA, que a Sílvia sempre fica e conseguiu nos arrumar por um preço muito bom. Pouco a pouco todos foram chegando e no dia seguinte a reunião estava formada. Mesmo sendo por poucos dias, foi muito bom poder encontrar e dar um abraço na minha mãe, irmã, sobrinho, tio, tias e prima! Visitamos alguns pontos turísticos da cidade como a Plaza de Mayo, feira de Santelmo e alguns bairros tradicionais, com destaque a La Boca, que na minha opinião foi o mais interessante de todos com muita arte, cores e cultura. Quanto a tão famosa comida Argentina, não me impressionei muito, mas também não sei se fiquei lá tempo suficiente para poder realmente falar… Em relação ao povo, infelizmente não conhecemos muitos moradores da cidade então nossas experiências foram apenas com vendedores, funcionários de hotel e restaurantes… Tenho que confessar que fiquei de queixo caído com a atitude de indiferença e hospitalidade zero deles. Em outras cidades grandes não é totalmente incomum encontrar taxistas “mucho” malandros e que tentam te cobrar a mais, mas teve um em Buenos Aires que praticamente largou parte do nosso grupo em um lugar perigoso de propósito, dizendo que o lugar combinado era “logo ali”… E é claro que o taxista que levou a gente embora para o aeroporto era suspeitíssimo e foi aquela tensão de começo ao fim. Ele deu voltas e mais voltas, o carro quase quebrou em uma área bem ruim (perto de uma estrada) e no final o cara ainda tentou cobrar a mais. Desculpe meus amigos de Buenos Aires mas esse Tango eu não danço mais…

Family

Good times in La Boca

Familia

Silvia and Teresa – Ciça and the doggg

Miya

Miya checking out the city

Horse

Plenty of art in La Boca

Miya and statue

Miya and the statue

Tango

This is as close as we’ll get to dancing Tango

Church

“Familia, Familia… Janta junto todo dia, nunca perde essa mania…” (Titãs)

~ by The Local Way on August 16, 2010.

3 Responses to “Buenos Aires – Family Tango”

  1. Ei Paulo, foi muito duro com Buenos Aires. É que deu azar em algumas coisas – eu por exemplo nuca tive problemas com taxi. Enfim espero que você possa voltar la outra vez e possa desfrutar melhor a idade. Engraçado que é a primeira vez seu relato e o da Miya são tão diferentes. Eu disfrutei muito a viagem e foi muito bom ter visto voces – sei que essa parte voce gostou.
    Um beijo

    Silvia

  2. Great post. It’s exceedingly rare to find people who take the time to offer their honest, disinterested opinion to help others enjoy. Congratulations. However, I gotta disagree with you, Argentina’s food is one of the best in the world especially if we take wines into account (I’m probably quite biased though).
    Thank you for this wonderful post.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: